Fetaesp participa de evento em Campinas

Segurança e Saúde no Trabalho no Agronegócio é o tema do Seminário

A Fetaesp (Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar do Estado de São Paulo) esteve presente no dia 07, no Seminário Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho no Agronegócio. O evento que foi realizado na cidade de Campinas (SP), nos dias 06 e 07 de junho, reunindo profissionais e entidades do setor agrícola, teve como foco principal debater questões de saúde, segurança e meio ambiente rural.

Como atrações do evento foram ministrados diversos cursos técnicos sobre temas variados, como: Meio Ambiente Rural e Meio Ambiente de Trabalho, gestão de riscos no manejo de defensivos agrícolas, entre outros. Já os auditórios receberam palestras e mesas de debates com pesquisadores, estudiosos e representantes de diversos setores ligados a temática.

Como encerramento do Seminário, a mesa de debate sobre a fiscalização de máquinas e equipamentos no trabalho rural, trouxe o moderador Daniel Werner Zacher, engenheiro mecânico e ex-gestor do Comitê Brasileiro de Tratores, Máquinas agrícolas e florestais, além dos palestrantes, Edmundo de Oliveira Neto, auditor fiscal do Trabalho; Aloisio Gressoni, coordenador de SESMT e engenheiro de segurança; Leonardo Monteiro, professor universitário da UFCE e Isaac Leite, presidente da Fetaesp.

O representante da entidade avaliou a sessão como sendo muito proveitosa para os presentes, pois “a troca de experiências, com um representante de cada setor da cadeia, é uma importante oportunidade para que possa ser visto todos os lados da questão debatida. Cada pesquisador apresentou as vantagens e desvantagens que encontra em sua jornada. Para nós, da Fetaesp, isto é muito relevante, pois conseguimos também demonstrar o lado do agricultor, ou seja, a figura principal, que se utiliza das máquinas e equipamentos”, conclui Leite.

O Seminário foi uma iniciativa do grupo Trabalho e Vida, com apoio da Fetaesp, Cati e demais parceiros.

Anúncios

Fetaesp realiza AGO

No último dia 02 de junho, a Fetaesp (Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar do Estado de São Paulo) realizou na cidade de Bauru, a Assembleia Geral Ordinária (AGO) para seus Sindicatos filiados, com o objetivo de debater questões administrativas da entidade. Participaram da Assembleia 44 Sindicatos Filiados da sua base de atuação, na figura de seus delegados representantes.

Como objetivo principal, a Assembleia visou apresentar a Ata da Assembleia anterior, promover a apresentação e leitura do Relatório de Atividade do ano anterior, 2016, e deliberar sobre o seu Balanço financeiro.

Os membros dos Sindicatos presentes puderam votar as questões expostas, emitindo opiniões e sugestões.

 

Fetaesp se reúne com Arnaldo Jardim

Secretário e diretoria debateram sobre realização de eventos conjuntos

No último dia 1º, diretores da Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar do Estado de São Paulo (Fetaesp) e o secretário Arnaldo Jardim se reuniram na sede da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo (SAA), para tratar futuras ações conjuntas.

Os temas da pauta focaram em torno da promoção conjunta de eventos em diversas regiões do estado, na busca de levar conhecimento e abranger áreas onde a agricultura familiar carece de informações para ascensão da categoria, tais como encontros dos agricultores e a Agrifam. A feira da agricultura familiar, conhecida por ser a maior do setor, que há dois anos não é realizada por falta de recursos governamentais, poderá voltar a acontecer em 2018.

De acordo com o presidente da Fetaesp, Isaac Leite, a nova edição da Agrifam depende principalmente do auxílio do governo para acontecer. A Feira da Agricultura Familiar que tem como objetivo levar o mundo da tecnologia e informação para a categoria, promovendo melhorias ao setor é uma grande vitrine da categoria, “esperamos que as parcerias para a realização da feira, com o apoio da Secretaria, avancem”, disse Leite. A Agrifam procura demonstrar toda a cadeia produtiva, com a presença de empresas, institutos de pesquisa, entidades representativas de agronegócios e pecuária, associações, universidades, entre outras.

Outro assunto tratado foi à continuidade do ciclo de encontros a serem realizados no Estado de São Paulo nos próximos meses em conjunto com a Secretaria. Com o objetivo de proporcionar o conhecimento dos participantes sobre as políticas públicas para o agricultor familiar, os Encontros, como o já realizado na cidade de Cruzeiro, são oferecidas informações sobre as linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e o Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (Feap). Como “primeira experiência no município de Cruzeiro que foi bastante aceita por toda a população”, Leite destaca que as próximas realizações poderão sofrer alterações apenas na estrutura das palestras, mas será mantido os moldes de realização. O próximo Encontro tem data provável para dia 28 de julho, em Dracena, região do Pontal do Paranapanema.

Seguindo a pauta da reunião, a piscicultura foi um tema levantado pelo secretário. Arnaldo Jardim ressaltou a importância da atividade, inclusive sua lucratividade, e propôs a realização de um Encontro, a ser realizado na sede da Fetaesp, para reunir agricultores familiares interessados em investir nesta produção. Rodrigo Gomes, representante do departamento de políticas agrícolas destacou que “Estamos levando esta pauta para o nosso movimento e temos certeza que o agricultor familiar tem muito a ganhar com esta nova atividade”.

E por fim, Jardim destacou o interesse em ampliar as ações do Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (Feap), através da linha de crédito Pecuária e Leite, em todo o estado com o auxílio das ações da Fetaesp.

Fetaesp realiza o 1º Seminário Estadual dos Aposentados Rurais

Iniciativa promoveu ações sociais para a categoria

No dia 20 de maio, a Fetaesp (Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar do Estado de São Paulo) realizou um evento inédito no estado, o 1º Seminário Estadual dos Aposentados Rurais. A iniciativa voltada para os trabalhadores agrícolas que já não possuem a obrigatoriedade da atividade devido a sua idade aconteceu das 8h às 17h, no clube de campo Luso-brasileiro em Bauru, reunindo cerca de 250 pessoas de todo o estado, inscritas através dos Sindicatos filiados a entidade.

Roberto dos Santos, secretário geral da entidade e responsável pelo evento, explica que a iniciativa buscou levar conhecimento e diversão para os aposentados rurais, “é uma forma de demonstrar aos idosos que eles não são esquecidos pelo movimento rural. A realização do Seminário é muito importante também para unir essa categoria, bem como para demonstrar que a Fetaesp tem muito a oferecer para eles, proporcionando um dia diferente e agradável aos participantes”, destaca.

O Seminário também contou com a presença do presidente estadual da CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil), Onofre Gonçalves, que na abertura, ressaltou aos presentes a importância da união da categoria e a manutenção da filiação aos Sindicatos para que o MSTTR continue na luta pela manutenção dos direitos dos agricultores e produtores.

A programação, focada para a categoria, contou com palestras, música e sorteio de brindes. O médico Paulo Ferreira, e o fisioterapeuta Guilherme Alcalde, deram dicas de como envelhecer com saúde, além de trazer informações sobre as muitas adversidades que o idoso pode enfrentar nessa etapa da vida.  Já Marcos Pereira dos Santos, representante da secretária de finanças e administração da Contag (Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares) apresentou um panorama político sobre a situação dos aposentados rurais no país e destacou como as alterações previstas nas reformas, trabalhista e previdenciária, podem afetar os planos de vida da população do campo.

Após o almoço, servido no local, e gratuito aos participantes, que contou com a animação da banda Mack Junior, os aposentados assistiram a apresentação do animador Fábio Fiel, que com brincadeiras fez o público rir e se divertir. A tarde ainda teve o sorteio de diversos brindes, como duas Tv’s de 32 polegadas, um rádio e um conjunto de panelas, para os aposentados, e um computador, para os Sindicatos presentes.

Após o encerramento político, a banda Mack Junior voltou a se apresentar e animar os presentes.

Veja as fotos do evento – https://www.facebook.com/pg/fetaesp/photos/?tab=album&album_id=1342027019214124

Fetaesp participa de Simpósio de Compras da Agricultura Familiar

Evento em São José dos Campos visou auxiliar a categoria na realização da venda da produção

No último dia 26, São José dos Campos sediou o Simpósio Compras de Alimentos da Agricultura Familiar para Atendimento de Órgãos Públicos, do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA). O evento foi realizado no Parque Tecnológico e foi aberto aos gestores da administração pública, representantes das organizações da agricultura familiar e demais interessados.

Tendo como objetivo apoiar todas as esferas de governo, sobretudo as municipais, com relação às aquisições de alimentos da agricultura familiar pela modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), o encontro reuniu ainda representantes de órgãos federais, estaduais, municipal e de organizações da agricultura familiar.

O simpósio contou ainda com 40 estandes de agricultores familiares apresentando seus produtos e onde foram realizadas rodadas de negócios. No local, também, técnicos e servidores das áreas de compras foram orientados sobre a preparação das chamadas públicas no atendimento das demandas de alimentos dos órgãos públicos.

O secretário Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, Caio Rocha, do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), destacou que há muito potencial em recursos financeiros de compras disponíveis em todas as esferas de governos federal, estadual e municipal. Porém, segundo ele, produtores, cooperativas e os próprios gestores de compras precisam estar tecnicamente mais capacitados e informados para esta modalidade de compras. Citando em termos nacionais, atualmente, existe potencial para se atingir cerca de R$ 2,7 bilhões de negócios ao ano e cerca de 3 mil produtores nacionais estão aptos a disputar este mercado. São Paulo, por exemplo, é o estado que mais gasta com o PAA, comprando, em 2016, cerca de R$ 8 milhões.

O representando do departamento de Políticas Agrícolas da Fetaesp (federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar do Estado de São Paulo), Rodrigo Gomes, acredita que eventos como esta são de suma importância para que a comercialização nesta categoria aumente, pois “aproxima os compradores, os órgãos da categoria que trabalham para auxiliar a venda e os agricultores familiares, ou seja, todas as partes envolvidas no processo, para que o PAA seja realizado”.

PAA

As compras por meio do PAA são realizadas por meio de chamada pública, dispensadas de licitação, com base na legislação.

Segundo números disponibilizados, o mercado de compra de alimentos da agricultura familiar por órgãos da União tem potencial para alcançar R$ 900 milhões somente na região Sudeste. A legislação determina que órgãos da administração pública federal comprem, com recursos próprios, no mínimo, 30% dos gêneros alimentícios da agricultura familiar.

Na Compra Institucional do Programa, coordenado pelo MDSA, os agricultores familiares conseguem comercializar, de forma simplificada, seus produtos. O modelo fortalece a agricultura familiar e promove o acesso da população à alimentação de qualidade. Para os órgãos, é a oportunidade de receber produtos típicos da região, frescos e diversificados, colaborando com o desenvolvimento local.

O evento foi promovido em parceria com a Casa Civil da Presidência da República, Ministério da Defesa, Ministério da Educação, Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, governo do Estado de São Paulo, Coordenação de Agronegócio da Secretaria de Agricultura (Codeagro) e Prefeitura de São José dos Campos.

*Com informações do site da Prefeitura de São José dos Campos